Jogos para debater temas sociais e condição humana é a proposta da nova mostra gratuita em cartaz no CCBB

Jogos para debater temas sociais e condição humana é a proposta da nova mostra gratuita em cartaz no CCBB

Artistas de diversas nacionalidades, sete deles brasileiros, incorporaram em suas obras todo o potencial lúdico dos games para desconstruir modelos e propor reflexões profundas sobre temas sociais e da condição humana. Estamos falando da nova mostra que ficará no Centro Cultural Banco do Brasil até 12 de outubro.  “Playmode” conta com mais de 40 obras inspiradas em jogos tão diversos como futebol, xadrez e videogames. As obras contam com atrativo lúdico, várias interativas, que convidam o visitante a pensar em temas como política, meio ambiente, relações internacionais, até mesmo questões existenciais.

Realizada pela primeira vez no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia – MAAT, em Portugal, a mostra tem curadoria dos portugueses Filipe Pais e Patrícia Gouveia.  Os trabalhos dos artistas estão divididos em três grandes eixos:

O primeiro eixo, o maior deles – “Modos de desconstruir, de modificar e de especular” – traz obras que exploram os modos de jogar, através de mecanismos já conhecidos da sociedade. Entre as obras presentes, o protótipo do “Xadrez Auto-Criativo” (2019), de Ricardo Barreto e Raquel Fukuda, que a partir de seis tabuleiros propõe uma reformulação do xadrez clássico.

O segundo eixo – “Modos de participar e de mudar” – os destaques são os videogames que oferecem uma reflexão sobre assuntos atuais — os chamados serious games. Além da participação ativa nos jogos, mobiliza-se a consciência das decisões tomadas ao longo da partida. Um exemplo é “Everything” (2017), de David OReilly, que apresenta um game de simulação em que o jogador pode explorar diferentes criaturas e objetos, adquirindo paisagens e planetas, enquanto tem acesso a citações narradas pelo filósofo Alan Watts, conhecido por popularizar reflexões filosóficas de pensadores clássicos e modernos.

O terceiro e último eixo – “Modos de transformar, de sonhar e de trabalhar” – evidencia o poder dos jogos em construir sonhos e a capacidade de promover o deslocamento do jogador para espaços imaginários. Um dos destaques é o vídeo “For a Better World” (2012), da artista portuguesa Priscila Fernandes.

Estão presentes na mostra artistas e estúdios, produtores e coletivos da Alemanha, Brasil, Croácia, Estados Unidos, França, Grécia, Nova Zelândia, Portugal e Japão.

Depois do Rio, a mostra também será exibida nos CCBBs de São Paulo (a partir de 25 de outubro) e Brasília (a partir de 1º de fevereiro de 2023).

Playmode

CCBB RJ

De 20/07 a 12/10/2022

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro

Horários: Segundas das 9h às 21h; terças é fechado; de quarta a sábado das 9h às 21h e domingo das 9h às 20h. Ingressos: Disponíveis gratuitamente na bilheteria do CCBB RJ ou previamente agendados pelo site ou aplicativo Eventim – https://www.eventim.com.br/event/exposicao-playmode-centro-cultural-banco-do-brasil-rio-de-janeiro-15566841/

 



X